Servidor próprio ou cloud?

Home / Outros / Servidor próprio ou cloud?
Servidor próprio ou cloud?

Com certeza você já ouviu falar de armazenamento cloud (ou no bom português: na nuvem). Antes de mais nada, vamos ao conceito deste termo:

É definido como utilização cloud o armazenamento de dados na internet ao invés de utilizar computadores e estruturas instaladas dentro das empresas. Esses servidores na nuvem são  espaços físicos mantidos por empresas especializadas nesta atividade, com estruturas capazes de acolhimento de diversas contas e informações em um mesmo local. A segurança dos dados costuma ser mais elevada, por contar com monitoramento constante e profissionais altamente capacitados.

Sabendo disso, vem a questão: ter um servidor interno ou utilizar uma solução cloud? Como tudo na vida, existem prós e contras. Nesta postagem nós vamos conhecer melhor as características sobre cada ambiente para que você possa analisar o cenário ideal para a sua instituição.

Servidor Próprio

A grande vantagem de ter o servidor dentro da própria instituição é que, se houver queda da internet, os colaboradores que estiverem dentro da empresa continuarão tendo acesso aos dados e sistemas. Até alguns anos atrás, essa era a grande motivação das corporações. Porém com a melhora do sinal da internet e com o aumento da necessidade de pessoas que estão fora da instituição também terem acesso a informações, isso vem mudando.

Na prática, a decisão a ser tomada é considerando quem deve ter acesso aos sistemas e informações se a instituição ficar sem internet: os funcionários internos, ou a comunidade externa? As pessoas que estão do lado de fora do prédio podem ser professores, alunos, candidatos de processos seletivos, pessoas interessadas em realizarem uma pré-matrícula ou uma inscrição on-line em um curso EAD.

Além dessa análise, deve-se considerar que ter um servidor próprio também impacta em uma estrutura maior. São necessários equipamentos de ponta, no break para eventuais faltas de energia, além de um monitoramento constante da estrutura por profissionais dedicados a esta atividade.

O ponto chave também é a contratação de profissionais capacitados para garantir a segurança dos dados. Tanto se fala hoje em dia sobre invasões a servidores, vírus e sequestro de dados… a preocupação sobre este assunto precisa ser permanente e a formação e atualização dos profissionais deve ser contínua. É importante também que os gestores institucionais garantam que todo o conhecimento técnico sobre suas empresas não estejam na mão de uma única pessoa.

Solução Cloud

Com os dados na nuvem as informações da empresa estarão fora da sua estrutura física, ou seja, os funcionários dependem da internet para consultar e utilizar as informações. É vital para que essa experiência seja positiva que a empresa tenha uma conexão rápida.

Com a expansão dos serviços de solução cloud, financeiramente a contratação destas soluções tem se tornado cada vez mais interessantes. A contratação deste serviço normalmente é mais vantajosa do que a aquisição de equipamentos caros ou de softwares que garantam o mesmo nível de segurança que um serviço de data center.

Já o time interno de profissionais de TI ganham em eficiência: sem precisar se preocupar com o servidor de dados da empresa, poderão dedicar este tempo para gerenciar a estrutura e garantir as manutenções e segurança para os computadores internos da instituição.

Vale também a informação: contratar um serviço cloud não é nenhum bixo de sete cabeças – na verdade, é até mais fácil do que montar e manter uma estrutura interna.