O que é open banking e como ele pode beneficiar as empresas

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O mercado financeiro está passando por uma revolução digital. Entre as principais novidades que estão chegando, um termo em especial se popularizará muito nos próximos anos: o open banking. Por muito tempo os bancos tradicionais engessaram as atividades financeiras dos seus clientes. Isso impediu uma abertura para outras possibilidades e uma ampliação dos serviços. Mas, sem dúvida, isso vai mudar.

 

O que é o open banking?

É uma abertura de dados bancários que permitirá ao clientes dos bancos mais liberdade no uso das suas informações financeiras. Isso vale tanto para o compartilhamento de dados, quanto para o uso de serviços digitais. Ela se aplica igualmente para contas de pessoas físicas e de pessoas jurídicas. Essa abertura permitirá a softwares, como o Unimestre, a oferta de serviços digitais aos clientes, de forma integrada com as suas operações bancárias, promovendo uma eficiência maior na gestão das instituições de ensino.

O termo open banking termo surgiu na Europa há alguns anos, e por lá o seu uso já é bastante comum. Este modelo está chegando no Brasil e o Banco BS2 foi o primeiro a disponibilizar esta possibilidade por aqui. O Banco Central está criando uma regulamentação para este serviço. Isso deve servir de incentivo para que outros bancos possam aderir a isso no futuro, ampliando a digitalização do mercado financeiro nacional.

 

Como as empresas podem se beneficiar disso

Essa abertura das informações financeiras não abre mão da proteção de dados e da segurança das informações. Cada dado é compartilhado de acordo com a finalidade a que ele se propõem. Os responsáveis de cada conta estarão sempre no controle do que estiver acontecendo. O uso pode servir para diferentes objetivos, desde a demonstração do histórico financeiro para a obtenção de um empréstimo, por exemplo. Pode servir também para a viabilização de transações financeiras, como integrações de boletos bancários, pagamentos e transferências de valores.

 

O banco pioneiro do open banking no Brasil é o BS2, e o Unimestre é o primeiro software de gestão educacional a firmar parceria com o banco para trazer este serviço inovador ao Brasil.

Veja vídeo criado pelo BS2 sobre o open banking:

Qualquer empresa poderá usufruir deste serviço, sem que isso represente uma elevação dos custos de manutenção de contas. Pelo contrário, a tendência é de digitalização do mercado financeiro e de redução de taxas e custos aos clientes. Isso acontecerá por intermédio de novas plataformas e possibilidades financeiras, como o Unimestre Banking, que é livre de taxas de abertura de contas e de manutenção de contas. Trata-se de uma oferta de serviços digitais pensados para a gestão de instituições de ensino.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Gostou? Receba conteúdos como este!

Newsletter quinzenal com conteúdos para simplificar o seu trabalho

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Explore outros conteúdos

Tecnologia

YouTube Edu mira no ensino fundamental

SÃO PAULO – O Google Brasil inicia hoje uma nova fase da sua plataforma de vídeos de educação, YouTube Edu, lançada em novembro de 2013 para ser vitrine