Como melhorar a comunicação entre a escola, pais e alunos

Como melhorar a comunicação entre a escola, pais e alunos

A comunicação é um dos pontos mais importantes no processo de aprendizagem e deve aproximar as escolas, os pais e os alunos. O sucesso nessa troca estabelece uma relação de proximidade entre todos – e se tratando de educação isso é essencial. A criação de vínculos é fundamental para assegurarmos uma boa relação e engajamento.

A forma de comunicação mudou: antes elas aconteciam em informativos impressos, em agendas e murais ou em reuniões entre pais e mestres. A nova realidade exige muito mais agilidade e uma necessidade de geração de informações menos institucionais e mais personalizada. Agora as mensagens devem ser individualizadas, tratando com cada família as particularidades, características e necessidades de cada aluno.

COMUNICAÇÃO PERSONALIZADA

Você já parou pra contar o volume de informações que nós temos acesso diariamente? Esse número é maior o menor do que anos atrás?

Com o avanço da tecnologia e das redes sociais, o número de notícias e mensagens que chegam até nós tem aumentado a cada dia. É mais difícil ganhar a atenção das pessoas hoje do que era a alguns anos atrás. Por isso, a comunicação genérica tem atraído menos a atenção, gerando a necessidade de mensagens e comunicados mais diretos.

Um ponto importante é ter claro os canais de comunicação que serão utilizados. O que funciona e o que não funciona em sua Instituição? É importante estar sempre em movimento, testando novos métodos e acompanhando novos canais. Não se esqueça de monitorar as entregas e o sucesso de cada meio utilizado.

PLATAFORMAS DE COMUNICAÇÃO

Qual escola nunca teve um informativo impresso? A comunicação é importante desde sempre e aproximar a comunidade acadêmica dos avisos institucionais é uma necessidade. Com a popularização da internet essa interação foi migrando para o novo ambiente.

Por muito tempo o e-mail foi o canal principal de interação, em muitos lugares ainda é. Porém, o volume de mensagens que chegam diariamente faz muitas informações importantes passarem despercebidas. Isso é ruim, afinal: quem comunica algo, deseja ser visto!

O envio de SMS foi criando corpo como uma alternativa para a comunicação mais direta. Pela nossa experiência e acompanhando o relato dos nossos parceiros, percebemos que ele funciona e da bons resultados. O ponto negativo é o custo: as operadoras de telefonia cobram por essas mensagens, o que faz a utilização ser feita apenas em alguns casos específicos. Ou seja: o meio de comunicação é eficiente, mas nem tudo o que as instituições gostariam de falar acaba sendo dito.

A comunicação através dos aplicativos de Smartphone são o grande destaque. O envio de mensagens por WhatsApp tem um resultado muito interessante para propagar as informações. São basicamente três formas: a.) a mensagem direta pessoa para pessoa, em que a comunicação é totalmente personalizada e pessoal; b.) o uso de grupos, criado pelas escolas reunindo pais ou alunos de uma mesma turma ou curso. O ponto negativo neste caso é que todos podem produzir informação, gerando em alguns casos longas conversas que podem afastar pessoas menos engajadas em discussões e com isso elas podem perder informações importantes, ou ainda; c.) através de listas de distribuição. Neste modelo uma única mensagem é enviada para cada contato pessoal, facilitando a comunicação com “grupos” de pessoas com interesses comuns (por cursos, turmas), mas tornando a interação mais pessoal.

Uma característica do WhatsApp é que ele foi feito para a comunicação entre pessoas físicas, sem qualquer viés institucional ou de negócios. A empresa já está dando os primeiros passos para que a interação entre pessoas e marcas (aqui entram as instituições de ensino), sejam feitas por contas identificadas como tal.

O BOOM DOS APLICATIVOS

Que o melhor caminho para a aproximação das escolas e faculdades dos alunos e seus responsáveis é os aplicativos, muitas instituições já perceberam. O processo neste momento é justamente de aproximar cada vez mais a comunidade acadêmica em torno de um ambiente que sirva não apenas para o envio de mensagens produzidas por alguém (recados enviados manualmente), mas também em uma plataforma que gere informações de interesse pessoal de forma automática.

Quando um professor lança uma nota ou disponibiliza um novo material para estudos, parece eficiente que a sua instituição já crie alertas automáticos ao aluno sobre isso? Quando boletos de mensalidade estão há poucos dias do vencimento, ou já venceram e não foram pagos, enviar alertas é algo que auxilia a gestão da sua Instituição?

A utilização de uma plataforma que crie vários pontos de eficiência de gestão, onde os estudantes e seus responsáveis vejam benefícios e queiram baixar e utilizar um aplicativo específico, cria uma linha de comunicação e interação ainda mais eficiente. Não é apenas mais um alerta de mensagem de WhatsApp chegando, será o aplicativo usado pela escola/faculdade do aluno alertando sobre algo relacionado a sua rotina acadêmica, e isso sem dúvida atrai muito mais a atenção dos usuários.

Identifique por qual meio a sua comunidade acadêmica deseja receber as informações, adapte-se e promova as mudanças necessárias. O importante é realizar um monitoramento constante e garantir que os alunos e seus responsáveis estejam próximos e em contato constante com os professores, coordenadores e a equipe administrativa da sua Instituição.