fbpx

Entra em funcionamento o Débito Direto Automático (DDA)

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Um novo sistema de cobranças eletrônicas, que dispensa o envio de boletos via correio, entra em operação nesta segunda-feira. Chamado de Débito Direto Autorizado (DDA), o serviço permitirá ao cliente de banco (pessoa física ou jurídica) consultar e pagar contas por meio da internet, telefone ou caixa eletrônico. Além da praticidade e mobilidade para os consumidores, o sistema vai proporcionar um economia para os bancos e diminuir o impacto ambiental da produção de papel para os boletos.

Para utilizar o DDA é preciso se cadastrar no seu banco. Feito isto, as instituições financeiras responsáveis pelas cobranças como plano de saúde, mensalidade escolar, condomínio, financiamento, vão verificar se o cliente está no sistema e, caso estiver, mandarão a cobrança apenas eletronicamente. Quando o cliente acessar o site ou uma máquina de atendimento, seu banco consultará o sistema e disponibilizará os boletos enviados, que poderão ser pagos.

O cadastramento no sistema não indica que as contas serão pagas automaticamente, como no débito automático, ele apenas elimina o envio de boletos físicos à casa do cliente. Para efetuar o pagamento, o consumidor deve acessar o sistema e autorizar o débito ou fazer o agendamento. Bancos colocarão à disposição dos clientes serviços para informar sobre a chegada de cobranças no sistema por meio de mensagens via celular ou e-mail.

Na primeira fase do projeto, o pagamento de impostos, como IPTU e IPVA, e de serviços públicos, como contas de água, luz, gás e telefone, não está disponível por meio do boleto eletrônico. A possibilidade de quitar a dívida pelo sistema só vai até o vencimento da conta – depois disso, o boleto deverá ser impresso e pago no banco emissor. Se você receber o boleto por meio eletrônico e também por correio, deverá liquidar apenas o primeiro.

De acordo com o Procon-SP, o consumidor não é obrigado a aderir ao DDA e ao utilizar o sistema deve ficar atento às confirmações de pagamento. No caso de não emissão do comprovante, deve informar a instituição financeira onde efetuou o pagamento. Para problemas de cobrança, o procedimento para reclamações é igual ao de um boleto: é preciso questionar a empresa emissora e, se não houver resolução, procurar um órgão de defesa do consumidor.

O cadastrado no novo sistema também poderá visualizar boletos de cobrança emitidos a outro CPF/CNPJ, cujos pagamentos estão sob sua responsabilidade, por exemplo, a mensalidade da faculdade de um filho ou plano de saúde dos pais, mediante autorização. Além disso, qualquer cobrança errada pode ser contestada diante do emissor, assim como com os boletos de papel. Basta entrar em contato com a empresa para verificar a irregularidade e aguardar a chegada de outro boleto eletrônico.

A utilização do sistema irá gerar uma economia anual de 374.400 árvores, 1 bilhão de litros de água e 46 milhões de kW/h, utilizados para a fabricação do papel dos boletos, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), que liderou a implantação do DDA no País.

Alerta
Circulam pela rede e-mails falsos de bancos oferecendo a adesão ao DDA. As mensagens remetem a sites e instalam programas para tentar fazer as pessoas registrarem seus dados bancários, esquema conhecido pelo termo em inglês “phishing”. A Fundação Procon-SP orienta a contatar o remetente por telefone antes de qualquer ação. Se não for possível confirmar as informações, opte por apagar a mensagem antes de abrí-la.

Fonte: Redação Terra / Intervia

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Gostou? Receba conteúdos como este!

Newsletter quinzenal com conteúdos para simplificar o seu trabalho

Seus dados estarão protegidos e serão usados conforme a nossa Política de Privacidade.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Explore outros conteúdos

Busca no Unimestre.com

Conte para nós: o que você está buscando?

small_c_popup.png

Dicas e orientações para

Professores, Alunos e Responsáveis pelos estudantes

O Unimestre é um software de gestão educacional. Toda a gestão das informações de professores, estudantes, responsáveis… é de responsabilidade exclusiva das próprias instituições de ensino.

São elas que definem as regras de acesso e utilização do sistema.

Em respeito à privacidade dos seus dados, nós da Empresa que Desenvolve o Unimestre, não temos acessos aos seus dados pessoais.

Se você está buscando suporte ou tirar alguma dúvida, entre em contato diretamente com a sua instituição de ensino.