fbpx

MEC disponibiliza novo sistema para alunos escolherem curso, com base na nota do ENEM

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

2,6 milhões de candidados, disputarão 47,9 mil vagas em 51 instituições. Sistema permite até 200 mil acessos simultâneos:

O Ministério da Educação (MEC) colocou no ar nesta quarta-feira (27) o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) que vai permitir aos alunos que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a escolher pela internet o curso e a instituição da qual fazer parte em 2010.

Segundo o órgão, 2,6 milhões de alunos vão disputar 47,9 mil vagas em 51 instituições. O SiSU, diz o MEC, está pronto para suportar até 200 mil acessos simultâneos. O aluno terá que entrar no sistema do MEC com o login e a senha fornecidos pelo órgão na hora da inscrição do Enem.

A seleção será dividida em três etapas. Na primeira, que vai do dia 29 de janeiro a 3 de fevereiro, o aluno pode escolher o curso que quer fazer. A cada dia, a partir do dia 30, o estudante vai saber qual a nota de corte do curso que escolheu.

O sistema de escolha funciona assim: na sexta-feira (29), o aluno um curso em determinada universidade. Na madrugada de sexta para sábado, o sistema faz um processamento e, de acordo com as notas de quem se inscreveu, gera uma nota de corte às 6h de sábado. A partir daí, o aluno sabe se tem pontuação suficiente para fazer a matrícula no curso pretendido.

Caso fique abaixo da nota de corte, ele pode se inscrever em outro curso e aguardar até o fechamento do sistema, à meia-noite, para saber no dia seguinte a nota de corte do novo curso escolhido. O aluno pode repetir as escolhas até o fechamento do prazo de inscrição, no dia 3 de fevereiro  –o que, na prática, permite que ele tenha seis tentativas de se matricular em algum curso no prazo estipulado pelo MEC.

As notas de corte são ponderadas de acordo com o que a instituição estabelece  –um curso de medicina, por exemplo, pode dar mais importância à nota de matemática do que à nota de português. A concorrência pelo curso também influencia a nota de corte, já que o sistema refaz o processamento e gera uma nova nota de acordo com as inscrições acumuladas desde a sexta-feira. Esse é um dos motivos pelos quais a nota de corte é mutável.

O processo termina no dia 3 de fevereiro. Somente a partir daí, o sistema gera a lista de alunos selecionados por curso, e as instituições se encarregam de fazer a matrícula.

No dia 15 de fevereiro, o MEC reabre nova seleção, da mesma forma, com as vagas remanescentes. Essa nova etapa vai até o dia 20, quando será gerada uma nova lista de selecionados. Uma terceira etapa semelhante está prevista entre os dias 1º e 3 de março, com resultado no dia 5.

ENTENDA COMO SERÁ A SELEÇÃO NAS INSTITUIÇÕES COM A NOTA DO ENEM
Candidatos entrarão em um sistema unificado feito pelo Ministério da Educação

PASSO 1
Ao entrar com seu login e senha da incrição do ENEM no site http://sisu.mec.gov.br, o estudante tem acesso ao sistema de seleção, com as notas e as opções de escolha entre 47,9 mil cursos em 51 instituições. A primeira etapa de seleção acontece entre 29/01 e 03/02, das 6h às 23h59.

PASSO 2
O sistema vai levar em conta ponderações. Por exemplo: um curso de engenharia pode dar fator 3 para uma prova de matemática e 1 para português. Será mostrado, automaticamente, como fica a menção do aluno de acordo com elas. Candidatos que queiram entrar pelo sistema de cotas, por exemplo, terão pesos diferenciados e deverão optar pelas vagas de “políticas afirmativas”.

PASSO 3
Entre 0h e 6h, o sistema fecha. Nesse período, serão calculadas as notas de corte de acordo com as menções dos alunos inscritos no dia anterior e as respectivas ponderações.

PASSO 4
Às 6h da manhã, o sistema é reaberto. Nessa etapa, ele já vai dizer quem está acima ou abaixo da nota de corte de cada curso. De posse dessa informação, o aluno pode avaliar se continua na primeira opção ou se tenta outra instituição em que tenha nota de corte compatível com a menção que tirou no ENEM. Ele tem a opção de escolher, inclusive, um curso diferente.

PASSO 5
O processo se repete diariamente. Como a nota de corte leva em conta o próprio desempenho dos alunos inscritos, ela é mutável até o fechamento total do sistema. Por isso, é importante que o candidato acompanhe de perto a evolução nos cursos de interesse

PASSO 6
No dia 3 de fevereiro, o sistema fecha pela última vez. Esse é o último dia que os alunos têm, na primeira etapa, para definir o curso que vão fazer. No dia 5 o SiSu gera a primeira lista de selecionados e, a partir daí, cada instituição fica responsável pela matrícula, entre os dias 8 e 12 de fevereiro.

PASSO 7
Caso haja empate, o primeiro critério será a redação; em seguida, as notas de cada uma das provas objetivas. Caso ainda não tenha ocorrido desempate, vai prevalecer a inscrição mais antiga.

PASSO 8
Quem não conseguiu na primeira etapa, pode, entre os dias 15 e 20 de fevereiro, tentar novamente as vagas remanescentes. Todo o processo de recálculo das notas de corte é feito como da primeira vez.

PASSO 9
O resultado da segunda etapa será divulgado no dia 22, e as matrículas devem ser feitas pelas universidades. Uma terceira e última etapa, nos mesmos moldes, acontece entre os dias 1° e 3 de março. O resultado será divulgado no dia 05/03.

Com informações do MEC, redigido ao G1 de Brasília por Rafael Targino.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Gostou? Receba conteúdos como este!

Newsletter quinzenal com conteúdos para simplificar o seu trabalho

Seus dados estarão protegidos e serão usados conforme a nossa Política de Privacidade.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Explore outros conteúdos

BNCC

Conheça a Área de Linguagens da BNCC

A Base Nacional Comum Curricular – BNCC determina os pilares da educação básica brasileira. Ela possui 10 competências que precisam ser trabalhadas. E ainda, a

Busca no Unimestre.com

Conte para nós: o que você está buscando?

small_c_popup.png

Dicas e orientações para

Professores, Alunos e Responsáveis pelos estudantes

O Unimestre é um software de gestão educacional. Toda a gestão das informações de professores, estudantes, responsáveis… é de responsabilidade exclusiva das próprias instituições de ensino.

São elas que definem as regras de acesso e utilização do sistema.

Em respeito à privacidade dos seus dados, nós da Empresa que Desenvolve o Unimestre, não temos acessos aos seus dados pessoais.

Se você está buscando suporte ou tirar alguma dúvida, entre em contato diretamente com a sua instituição de ensino.